Quem sou eu

Minha foto
RS, Brazil
Professora de História Aposentada 30 anos de atividade em sala de aula.

quinta-feira, 14 de abril de 2011

A DESVALORIZAÇÃO DA MULHER

Como sou uma mulher de outra geração,não consigo entender como as mulheres de hoje pecam tanto pela falta de valorização de seus corpos.São exploradas pelas revistas com fotos de nudez,( que dizem ser nu artístico),só que estão estampadas nas borracharias,nos bares etc.,pela televisão, onde aparecem como mulheres fáceis e quase sempre infiéis aos seus maridos que são conquistadas com toda a facilidade e que passam de uma cama para outra,sem nenhum pudor.As novelas então são mestras em explorar este procedimento.Os homens são os conquistadores baratos quase sempre as cantadas são de uma forma que ofende até o mais liberais.
A mulher de hoje,é claro (com execessões)se deixe levar pelo ganho fácil de ficar rica sem se preocupar se está vendendo seu corpo porém não aceitam serem chamadas de vadias,mas são piores,pois as vadias o fazem por ser seu ganha pão.As celebridades instantâneas o fazem por falta de dignidade e moral..
A prova maior desta desvalorização da mulher são os rialyt show,como o BBB,onde elas são colocadas numa vitrina para serem desejadas pelos homens do país.Na novela da Globo no horário nobre,quase todas as figurantes são retradas como mulheres fáceis,dispostas a se deixarem levar pelo libido e.uma personagem em especial, que representa uma mulher ávida de sexo( não sei como uma artista do  seu calibre  aceitou fazer um papel destes) Estes  exemplos da exploração do corpo da mulher fere a dignidade das mulheres de bem.
Possivelmente alguns vão dizer que sou careta,velha e ignorante.Prefiro ter todos estes adjetivos do que ser uma mulher fácil e sem honra.
As feministas que tanto lutaram pela liberdade política,social e económica devem estar se questionando: o porquê das mulheres desvalorizarem tanto o seu corpo?.
Fica no ar essa pergunta

Um comentário:

soninha. disse...

Não importa que te achem isto ou aquilo o que importa é que vivemos num país onde ainda podemos nos expressar e cada um possui o direito de pensar desta ou daquela maneira,não é mesmo?! Parabéns pela lucidez do seu texto.bjs