Quem sou eu

Minha foto
RS, Brazil
Professora de História Aposentada 30 anos de atividade em sala de aula.

sábado, 25 de junho de 2011

A LENDA- O NEGRINHO DO PASTOREIO

Esta é uma lenda épica do gaúcho dos pampas do  Rio Grande do Sul.
Escrita pelo nosso escritor Simões Lopes Neto.

Conta a lenda que um fazendeiro ou estancieiro como dizem os gaúchos,mandou um menino negro pastorear uma tropa de cavalos recém-comprados.Durante  a noite o negrinho  adormeceu e um dos cavalos fugiu.O estancieiro castigou o menino com uma surra de chicote trançado e mandou-o à procura do cavalo perdido.O menino chegou a encontrá-lo mas a corda com que o laçou partiu e ele não conseguiu capturá-lo.Desta vez o estancieiro além de surrar o negrinho amarrou-o num tronco ao pé de um formigueiro,onde as formigas o devorou vivo.
No dia seguinte,foi para trazer o corpo do menino,mas porém em vez de encontrar  escravo morto,encontro o negrinho ao lado da Virgem Maria.O fazendeiro ajoelhou-se e pediu perdão,mas os negrinho montou num cavalo a pelo(sem Arreio) e fugiu levando todos os cavalos do seu senhor.A partir daí,quando um fazendeiro perde alguma coisa na sua fazenda pede ao Negrinho do Pastoreio para achar.Ele acha, desde que seja acesa uma vela para a Virgem Maria,sua madrinha.

2 comentários:

Bel Rech disse...

É linda essas lendas do Rio Grande do Sul..Eu como sou da campanha,me encanta isso e tudo que é do campo!
Paz e bem

orvalho do ceu disse...

OLÁ, QUERIDA
AS LENDAS FICAM EM NOSSA MEMÓRIA DESDE CRIANÇA... É CULTURAL...
BJS DE PAZ E ÓTIMO FIM DE SEMANA.